Senhoras - Úteis

 


 

Tema: JÁ É HOJE O TERCEIRO DIA

 

INTRODUÇÃO*

Os judeus esperavam pelo messias e, embora houvesse muitas profecias a respeito dEle, muitos esperavam um grande príncipe, com grande força para libertar Israel do poderio romano.

 

Jesus veio como um simples filho de carpinteiro e, desde o seu nascimento até a sua morte, todas as profecias sobre ele se cumpriram. Jesus havia morrido, o que trouxe bastante decepção aos seus seguidores, que não estavam atentos às profecias.

 

DESENVOLVIMENTO

Dois discípulos no caminho de Emaús - por não estarem atentos às profecias, começaram a distanciar-se de Jerusalém - O homem de hoje não está atento às profecias que apontam para os nossos dias e, por isso estão se distanciando da bênção da Eternidade.

 

Jesus se aproxima - Ele vai em busca destas pessoas

 

Eles, então, falam sobre a sua decepção - Eles deixaram de crer em Jesus, por conhecerem apenas um Jesus histórico, que já havia morrido - muitos, hoje, não crêem em Jesus por conhecê-lo apenas historicamente e, também por isso, se distanciam cada vez mais dEle.

 

"...é já o terceiro dia, desde que estas coisas aconteceram..." - Os discípulos sabiam que já era o terceiro dia, mas não se lembravam das profecias que apontavam para esta situação, e que ao terceiro dia Ele ressuscitaria - muitas pessoas estão vendo e comentando tudo o que tem acontecido no mundo de hoje (fome, pestes, guerras, etc.) e tudo isto é profético, está na palavra de Deus. Estas pessoas, entretanto não estão apercebidas que "já é o terceiro dia", ou seja, Jesus vive e já está se cumprindo o tempo da sua volta!

 

"...algumas mulheres nos maravilharam..." - a igreja tem proclamado o momento profético por já estar a par das profecias

 

Jesus aponta-lhe as profecias - O Senhor Jesus dá conhecimento ao homem, através da sua igreja, do momento profético atual

 

Jesus fez como quem ia para mais longe - Ele vai para a eternidade com o seu povo.

 

"Fica conosco, já é tarde..."  O momento é tarde - já está perto da volta de Jesus e pouco tempo resta para o homem obter a sua salvação

 

Jesus entrou na casa e apresentou-se a eles - O homem pode tomar conhecimento das profecias, pode até sentir algo diferente no culto (o nosso coração ardia...), mas só conhecerá o Senhor Jesus, se abrir o seu coração e convidá-lo a entrar.

 

CONCLUSÃO

Os acontecimentos atuais no mundo são registrados na bíblia como proféticos e apontam para a 2a. vinda de Jesus. Todos estão vendo estas coisas, mas não estão atentos às profecias, pois conhecem apenas um Jesus histórico e pensam que tudo terminou com a sua morte. O Senhor Jesus dá ao homem, através da sua igreja, o conhecimento de que Ele está vivo, do seu plano profético de salvação e de que, apesar do momento "tarde", ainda há tempo para o homem aceitar ao Senhor.

 

 


Tema: ENCONTRO DOS DOIS DISCÍPULOS COM JESUS NO CAMINHO DE EMAÚS

 

E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo

nome era Emaús…” Lucas 24:13-32

 

INTRODUÇÃO

 

Estamos aprendendo a respeito da ressurreição do Senhor Jesus.

 

É tão importante sabermos que o Senhor Jesus morreu, mas não ficou no túmulo. Ele ressuscitou para nos dizer que um dia vem nos buscar e só Ele pode fazer isso; nenhum homem fundador de religiões ressuscitou, mas Jesus ressuscitou.

 

Ele avisou isto aos seus servos no passado: Eu vou ressuscitar e um dia voltarei para vos buscar.

 

João 14:1-3 –”Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

Temos que crer nisso porque ele cumpre suas promessas. Mas, por que estamos estudando, aprendendo, isso? Certamente é necessário crermos, porque se não crermos vamos nos distrair com os convites do mundo mau,

que não quer a nossa salvação.

 

Bem, já falamos de Maria Madalena, que foi ao sepulcro para ver Jesus. Chegou lá, ele não estava. Claro! Ele não avisou que ao terceiro dia iria ressuscitar? Avisou sim, mas ela deixou entrar dúvida no seu coração. A dúvida dela só trouxe tristeza, choro. Mas o Senhor Jesus teve pena dela e foi ao seu encontro. Bem, já estudamos este assunto.

 

DESENVOLVIMENTO

 

Os discípulos voltam pra casa

 

A Palavra nos conta que depois da morte de Jesus, dois discípulos resolveram sair de Jerusalém, onde Jesus iria encontrar todos os discípulos, mostrando-se vivo. Porém eles se esqueceram da promessa e foram para a sua aldeia, que ficava cerca de 11 quilômetros de Jerusalém.

 

Eles não iam alegres pelo caminho; estavam até muito tristes e desapontados. Afinal já era o terceiro dia da morte e nada de Jesus aparecer. Assim conversavam entre si. E o que aconteceu? Jesus aproximou-se deles e ouviu tudo o que diziam. Perguntou: – Que conversa é essa? Por que estais tão tristes? Cleofas, que era um dos discípulos, disse: O senhor é estrangeiro? Não soube o que aconteceu?

 

O Senhor Jesus deixou que eles falassem e disseram coisas boas de Jesus. Falaram que ele foi homem perfeito, que falava muito bem a respeito de Deus, mas os religiosos daquele tempo mataram o Senhor.

 

Bem, vamos pensar um pouquinho nessa história:

 

  1. Quando nos distanciamos do Senhor entra a dúvida. A mesma dúvida que não deixou Maria Madalena crer que Jesus vivia;

 

  1. Agora dois grandes amigos de Jesus também se afastaram do lugar onde Jesus disse que iria encontrá-los, Jerusalém, e estavam indo para outro lugar;

 

  1. Aconteceu que a dúvida os cegou. Nem reconheceram que era Jesus quem estava com eles. Eram três caminhantes.

 

A misericórdia e a graça de Jesus os alcança

 

Perto da casa deles, Jesus fez como quem ia mais adiante. Eles suplicaram (constrangeram): Não vás, fica conosco, inclusive já é tarde, o dia está caindo, vem a noite!

 

Estavam preocupados com aquele estrangeiro que no caminho lembrou-lhes dos seus próprios ensinos, advertindo-os de que tudo iria acontecer. “Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?” Lucas 24:26.

 

Jesus entrou. Estavam cansados da caminhada e com fome. À mesa, Jesus tomou a iniciativa: Pegou o pão em suas mãos, abençoou, partiu e lhes deu. Que surpresa! Seus olhos foram abertos e eles reconheceram que era o Senhor Jesus.

 

Como está o seu coração perante o Senhor Jesus? Não podemos voltar para a aldeia, para longe do Senhor Jesus. Ele quer tocar no seu coração todos os dias, dizendo: Estou aqui! Ressuscitei! Estou vivo! Você foi consagrado a Deus e faz parte da Igreja.

 

E aqueles que deixaram o Senhor? O Senhor quer fazer com eles o mesmo que fez com aqueles dois servos:

 

O pão é Jesus – foi partido na cruz do Calvário por nós.

 

Jesus lembrou-lhes e eles seriamente reconheceram: – Vamos de volta agora para Jerusalém. E foram. Lá se encontravam congregados os onze (Judas tinha traído Jesus e não estava presente). Que alegria! Todos juntos e de repente Jesus apareceu a todos e disse: Paz seja convosco.

 

CONCLUSÃO

Assim faz o Senhor. Ele nos busca onde estivermos e nos aceita.

 

Depois que Jesus ressuscitou, foi logo cuidar das ovelhas que estavam duvidosas. Buscou Maria Madalena, dois discípulos que iam para Emaús, buscou Pedro, que o havia negado e os discípulos que estavam na praia com

ele e Tomé também.

 

Depois, em uma grande festa em Jerusalém, todos reunidos, Jesus cumpriu mais uma promessa: Derramou o seu Espírito Santo sobre eles e os enviou a testemunhar da grande bênção da salvação. Eu estou vivo e estou no meio do meu povo! Atos 2.

 

E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes

concedia que falassem.” Atos 2:4.

 

A nossa mensagem agora é: Jesus vai voltar!

 

*“…Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.*  Atos 1:11.

 


SUGESTÃO DE MENSAGEM PARA A REUNIÃO DE SENHORAS –  24/04/2017

 

Tema: JESUS, O MESTRE VIDA

 

João 20:16

 

INTRODUÇÃO

 

- A vida de JESUS é um ensino constante para nós – Em todos os seus atos registrados nos evangelhos encontramos um ensino profético de VIDA para nós.

 

- JESUS é o MESTRE DA VIDA – no decorrer da nossa vida aprendemos com diversas lições e nos deparamos com vários mestres de diferentes ciências (matemática, literatura, línguas, geografia, história), mas JESUS é acima de todos os mestres (é o MESTRE dos Mestres). Seu ensino é Superior porque é PROFÉTICO, com Autoridade e Poder, além de ser Invariável, sem sombra de variações porque é Perfeito (lembrando que as ciências dos homens variam ao longo dos tempos, buscando um aperfeiçoamento)

 

- JESUS é um MESTRE ESPECIAL porque seu Conhecimento é ilimitado e porque Ele é de Eternidade a Eternidade. Ele conhece bem o ser humano, sentiu nossas dores e está pronto a nos ensinar o que é VIDA ABUNDANTE.

 

- JESUS ensina os mistérios da Eternidade, a Revelação do Pai. Muitos mestres em Israel não sabiam o que era vida Eterna e nem como entrar no reino de DEUS (Ex. de Nicodemos: era Mestre e não conhecia Novo nascimento – os doutores da lei conheciam a letra, mas não sabiam que estavam diante da Vida, do CRISTO prometido nas escrituras e por isso rejeitaram JESUS).

 

DESENVOLVIMENTO

 

- O exemplo do texto: Maria Madalena havia sido liberta, ouviu os ensinos de JESUS, viu os seus milagres, mas havia parado na cruz, na morte de JESUS. Maria não conseguiu ir além da imagem do Mestre morto na cruz e chorava, estava triste, a ponto de não reconhecer JESUS ressurreto – O homem que não reconhece que JESUS está vivo é assim: sua vida é marcada pelos elementos da morte: tristeza, choro, decepção, desesperança, não consegue ver que JESUS está vivo.

 

- Maria buscava o Vivo entre os mortos, buscava o ensino da vida que havia aquecido o seu coração um dia –

mas a verdade é: O MESTRE DA VIDA não está entre os mortos. Ele não poderia ser retido pela Morte.

 

- JESUS demonstra seu amor e nos ensina que não abandona aqueles a quem ama, mesmo que se encontrem perdidos e desorientados como Maria estava. Ele começa um diálogo com Maria ainda que ela não o reconhecesse (JESUS toma a iniciativa de resgatar o ser humano).

 

- Maria estava junto ao sepulcro (lugar da dor, da morte, da tristeza, da mágoa, do passado). Por isso ela chorava (uma ferida estava aberta em sua alma).

 

- Olhou para trás e não reconheceu JESUS. Achou que Ele era o hortelão (ou jardineiro, um homem que cuidava do terreno próximo ao sepulcro) – A visão do homem que não entende que JESUS está VIVO é imperfeita. Ele não reconhece mais quem é JESUS e não entende o Projeto para eternidade, mas somente para esta vida (terreno).

 

- Mas bastou uma Palavra do Mestre e tudo mudou. Ele disse: “Maria!” – É o Mestre que sabe o Nosso nome e o que precisamos. Sua Palavra entrou no coração de Maria e o aqueceu novamente. Ali ela entendeu: Meu Mestre está VIVO, ele venceu e está aqui para me ajudar.

 

Na tradução RC e RA, o nome de Maria é acompanhado por um sinal ortográfico: um ponto de exclamação, utilizado para demonstrar que havia um sentimento na palavra (ou expressão) usada. Com certeza, JESUS estava expressando seu AMOR por Maria ao chamá-la pelo Nome.

 

- Após ouvir seu nome ser chamado com Autoridade e carinho, Maria respondeu apenas: MESTRE! – Ao ouvirmos a cada dia a voz do Mestre da Vida, nos reconhecemos também: MESTRE e pedimos: nos ajuda em nossa luta, em nossa fé pequena, nos ensina o Caminho, nos ensina a revelação, nos mostra o que tu queres através do teu ESPÍRITO.

 

Na tradução RC e RA, a expressão Raboni (Mestre) também é acompanhada por um ponto de exclamação. Assim, Maria estava expressando seu sentimento de alívio, de alegria, de vitória pois o MESTRE está VIVO!

 

CONCLUSÃO

 

- Com uma só Palavra, JESUS restaurou a Eternidade na vida de Maria – Ela reconheceu o JESUS VIVO e

Glorioso. Sua visão espiritual foi restaurada, bem como sua esperança.

 

- O MESTRE está VIVO e porque Ele vive podemos crer no amanhã - JESUS revelou sua vontade a Maria e tem revelado seu plano para nós a cada dia. Ele tem nos ensinado e nos acompanhado porque somos os seus discípulos e Ele prometeu que estaria conosco, nos ensinando todos os dias até a consumação dos séculos. O seu ensino de VIDA permanece em nossos corações. O ensino da Salvação jamais morrerá.

 

 


SUGESTÃO DE MENSAGEM PARA A REUNIÃO DE SENHORAS

 

Tema: LEVARAM O MEU SENHOR

 

"Então, eles lhe perguntaram: Mulher, por que choras? Ela lhes respondeu: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram." João 20:13

 

INTRODUÇÃO

Muitas pessoas tiveram naquela época experiências com o Senhor Jesus, milagres, libertações, ressurreições... Mas a experiência de Maria com o Senhor deixou marcas profundas em sua alma e o sentimento de amor que acompanhou a sua vida a partir daquele dia.

 

 

 

DESENVOLVIMENTO

Por certo muitos como ela estavam tristes com o modo como o Senhor havia sido morto, alguns esqueceram as promessas, as experiências para muitos morreram com o Senhor naquele triste dia, era razoável que muitos esquecessem das experiências, pois o homem é assim mesmo, o que importa é o momento.

 

Para Maria a ausência do Senhor causou um grande vazio em seu coração e alma e um sentimento que ela por certo não provava enquanto o Senhor Jesus estava perto surgiu novamente e mais forte.

 

A pergunta dos anjos

 

“Mulher por que choras?”

A tristeza era notória no semblante de Maria, não tinha como esconder aquele sentimento, a morte do Senhor Jesus havia causado uma dor nunca antes provada por ela, há certas coisas que acontecem em nossas vidas que causam tristezas profundas, que não conseguimos esconder. O que dizer de um dor causada por um fim de um casamento, a morte de um parente a quem amávamos?

 

A resposta de Maria

 

“Levaram meu Senhor...”

A razão do choro de Maria era por haviam tirado o Senhor de vida, a grande tristeza do homem não é um fim de um casamento, a morte de parente ou a perca de um bom emprego, a grande tristeza que o homem sente é a

ausência do Senhor Jesus em sua vida.

 

“Não sei onde puseram...”

E a razão maior é porque o homem não sabe aonde encontra-lo, de modo que vive em busca daquilo que possa suprir essa ausência, muitas vezes em lugares que só aumenta a tristeza da alma.

 

O modo como Jesus se revelou

Quando o Senhor Jesus chama-a pela o seu nome ela o reconhece e a tristeza sai, pois só a ação da Palavra viva pode devolver ao homem a alegria que havia sido tirada, uma certeza transformou a vida dela, a Palavra de Jesus devolve ao homem a esperança da vida.

 

CONCLUSÃO

A alma do homem sofre com ausência do seu Senhor, mas a ação da Palavra viva restitui alegria.

 

 

Ungido Sérgio Paulino

Maceió/AL

 


Arquivos / Apostilas e Orientações

Baixar Baixar Baixar  
 
       
Baixar Baixar Baixar  
 
   
Baixar Baixar

 

 


 

Contato:

 e-mail: senhoras.satelite@presbiterio.org.br

topo